23/10/2015

Um poema!

Um poema são fonemas, são palavras
perdidas dentro de mim.
Escrever um poema é penetrar fundo
na confusão dos sentidos,
descobrir a saída no labirinto 
das minhas emoções.
E o poema cresce.
(...)


António Castel-Branco, in Jardim de Palavras


Querem saber o resto do poema? Venham até à Biblioteca!

Sem comentários:

Enviar um comentário